Home Artigos Apostolado da Servidão

Acesso



Receba por email

Informe seu email para

receber os artigos:

Apostolado da Servidão PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 8
PiorMelhor 
Escrito por João-Francisco Rogowski   
Qui, 18 de Setembro de 2008 01:02

Apostolado da Servidão

Por João-Francisco Rogowski

Se te perseguirem,
Serei o entrave na trilha dos perseguidores.
Se te ameaçarem,
Anularei os algozes
Se te molestarem,
Aniquilarei todas as armas.
Se te injustiçarem,
Farei descer sobre a cabeça do injusto,
[a espada da Justiça

Pois, outra não é a minha missão,
Se não, como guardião,
Proteger-te, até o dia que tu próprio
[possas fazê-lo,
Para que, também, tu, um dia, possas cumprir
[a tua missão,

Trazendo luz aos cegos,
Paz aos exaltados,
Consolo aos sofredores,
Amparo aos desvalidos...

É este o teu destino, que há muitas eras
[está traçado,
Assim como o meu, que é te servir...
E, diante deste sacerdócio jamais recuarei,
[jamais vacilarei!
Se, de mim duvidam os homens,
Que se atrevam e ousem perturbar-te
[na tua senda,
Daí, então, poderosas forças do universo
[surgirão em teu auxilio
E a Terra tremerá nos quatro cantos
[do mundo,
E a ousadia cederá lugar ao ranger de
[dentes e pavor,

Mas, se num último desafio lançarem o
[derradeiro cogumelo atômico,
Criarei asas, e como o mais veloz dos pássaros,
E o mais poderoso dos anjos,
Voarei contigo para uma estrela distante,
E de uma parte de teu corpo Deus há de fazer
[outro ser para tua completude,
E lá, a humanidade nascerá outra vez,
E te chamarão
ADÃO...